segunda-feira, 30 de julho de 2012

Oração para o Caminho


Há dias em que precisamos parar e olhar à nossa volta, ver tudo o que possuímos, ver tudo o que já alcançámos e ver o que lamentamos e porquê. Analisar, criticamente, a nossa postura perante a vida, as nossas atitudes e os nossos valores não só é necessário como se torna obrigatório. Imperativo! Se fizéssemos isso mais vezes, com um olhar crítico porém honesto e sincero, sem dramatismo ou tendências para o exagero, veríamos que temos tanto, mais do que muitas pessoas tiveram e mais do que algumas terão...mesmo que estejamos fartos de o ler, ouvir e saber, ainda assim, precisamos muitas vezes, olhar-nos por dentro, analisar o fundo do fundo do nosso coração e aceitar. Aceitar o que não podemos mudar, aceitar quem somos e como somos, aceitar os que estão ao nosso lado como seres humanos que falham e erram, mas que também amam e sofrem como nós (e por nós)!

Chama-se a isto ser feliz e ser grato. Gratos pelo que temos, gratos pelo que já alcançámos e felizes porque aceitamos as nossas imperfeições como um sinal de humanidade, porque valorizamos o que temos ao invés de lamentar o que não temos (que na maior parte das vezes nem nos faz falta) e que, sabe-se lá porquê, ou por culpa de quem, passamos a vida a desejar... é por isso que gosto muito desta oração. É por isso que a rezo todos os dias com os meus filhos ao deitá-los nas suas caminhas e depois, sozinha, quando me recolho para agradecer mais um dia e ver que, mais uma vez, tu também estiveste sempre ali, comigo, a ensinar-me a ser feliz e a ser calma e ponderada, com essa tua atitude tão serena e confiante perante a vida e poder constatar que isso, ainda é, para mim, (17 anos depois) um motivo para eu sorrir e ser feliz 

"Ajuda-me Senhor a receber cada dia como um dom.
Ajuda-me a reconhecer que nada me falta, que Tu me deste tudo aquilo que é necessário para fazer da vida uma coisa feliz e com sentido.
Mesmo que me falte o universo inteiro, nada verdadeiramente me falta.
Mesmo que eu espere muito do amanhã, devo saber que tenho tudo hoje.
Ajuda-me a limpar o olhar, poluído e agravado por juízos, consumos e ressentimentos.
Que eu saiba acolher a vida como a oportunidade que ela é.
Se acontecer o meu coração andar ferido, recorda-me Senhor aquele santo que dizia:
“Nenhum coração é tão inteiro como um coração ferido”.


(13:59)

1 comentário:

  1. Esta oração é do livro "Coisas da Vida" de Laurinda Alves
    http://www.wook.pt/ficha/coisas-da-vida/a/id/1533328

    ResponderEliminar