sábado, 28 de julho de 2012

Profissão: professor

Como professora não posso deixar de partilhar este maravilhoso texto de um escritor que descobri recentemente e que já me apaixonou ..."Basta um esforço mínimo da memória, basta um plim pequenino de gratidão para nos apercebermos do quanto devemos aos professores. Devemos-lhes muito daquilo que somos, devemos-lhes muito de tudo." 
Um texto inspirador, absolutamente verdadeiro e que devia traduzir o pensamento de todos nós. Nenhuma nação progride, cresce e se acrescenta senão valorizarmos os nossos professores e senão valorizarmos a educação que é, no fundo, a espinha dorsal de um país. E não o digo apenas por me ter dedicado à educação e ao ensino. Digo-o porque é nisto que ACREDITO, porque foi neste sentido que fui educada, porque sou mãe, porque me assusta quando oiço dizer aos meus alunos: "eu nunca quereria ser professor...", esquecendo-se por completo do valor máximo que tem quem nos ensinou, quem nos ensina e quem nos formou (para além dos nossos pais) como alunos e como cidadãos. Lamento, profundamente, a falta de respeito com que se tratam os nossos professores. Amo, com uma paixão que só quem me conhece entende, aquilo que faço... sou professora por opção e vocação e não há, no mundo, pelo menos para mim, profissão maior e mais digna do que ensinar e contribuir para a formação de alguém.

(22:21)

Sem comentários:

Enviar um comentário