domingo, 30 de setembro de 2012

Quando?

Hoje o dia foi enorme e cansativo. Trabalhar durante 10 horas seguidas (sem pausas) é muito duro, mas pior do que isso são as mensagens que nos chegam de longe, a meio da tarde, e que nos deitam ao chão. Essas sim, mais do que o cansaço, tiram-nos força e energia. 
Quero agarrar-me, cheia de força e fé, às notícias mais esperadas e que nos trarão (com a ajuda do bom Deus e de todos os anjos) um sentimento de alívio e força para seguir em frente. 
Há dias que não são fáceis (há dias que são até muito difíceis), e depois há outros em que, mesmo não querendo, somos atirados ao tapete e fazemos um esforço gigante para sorrir quando, na verdade, só nos apetece chorar! Hoje foi assim e o pior é que não sei, nem imagino, quando é que voltará a ser diferente. E o medo, esse sentimento que nos impede de viver tranquilamente e que nos entorpece os sentidos, tem-me invadido todos os dias. Na verdade nem tenho dormido bem, acordo várias vezes durante a noite e sento-me, na cama, a pensar em tudo isto que te aconteceu e que nos magoa a todos...
Quando é que terminará este pesadelo? quando é que virão as boas notícias? quando é que poderemos respirar de alívio?




Sem comentários:

Enviar um comentário