quarta-feira, 10 de outubro de 2012



Cansaço. Muito cansaço. Hoje, a pé desde as 5h da manhã, sinto-me para lá de morta. Foi um dia tão grande, mas tão grande. É verdade que o meu tempo chega para tudo (nunca ninguém me ouviu queixar de falta de tempo), posso passar os dias a correr, acordar com as galinhas e deitar tarde (muito, demasiado) mas o meu tempo vai chegando para tudo. Às vezes pago um preço demasiado alto: dores de cabeça, doses  industriais de café e muitas dores nas costas e nas pernas mas a vida é mesmo assim. Se eu podia mudar de vida? podia, mas não quero. Gosto muito da vida que tenho. I'm very happy.


Sem comentários:

Enviar um comentário