domingo, 14 de outubro de 2012

To think about ...


Acerca desta reportagem:

Porque o mais importante nem sempre é fazer melhor que os outros mas fazer o melhor que se é capaz! Se uma criança não faz bem uma determinada coisa o importante é que, pelo menos, a tente fazer e tente melhorá-la. Que não desista! 
E todos nós (pais e filhos) devíamos saber, aceitar e compreender que falhar é normal, que às vezes não conseguir fazer isto ou aquilo bem feito (ou logo à primeira) faz parte do crescimento individual de cada um  e faz parte da aprendizagem; devíamos também saber (e aceitar) que não temos que ser os melhores em tudo e, como tal, não o devemos exigir aos nossos filhos também. É isto que tento passar aos meus filhos e aos meus alunos: que não é importante ser o melhor de todos. Que o importante é fazer e dar o melhor de si em cada tarefa que nos compete. Como mãe (e professora) tento também fazê-los ver que o tempo é uma coisa preciosa e que não devem desperdiçá-lo horas e horas por detrás de um ecrã de computador. Há que aprender a geri-lo e a dividi-lo corretamente. É preciso separar o tempo de estudo do tempo de lazer e não descurar um nem outro. Porque estudar é importante mas brincar... brincar é fundamental. Brincar e ir ao cinema, beber café, comer um gelado, conversar e sair com os amigos e também não fazer nada. Às vezes também é tão bom não fazer nada. Ficar apenas por ali, sentado, olhos postos no infinito e a cabeça longe... longe! Todas as crianças (e nós também) precisam de tempo livre para pensar, para ler e viajar com o pensamento. Uma criança que não tem tempo para sonhar de olhos abertos não pode ser uma criança feliz.

Exigir estudo e dedicação, nas suas tarefas, a uma criança é normal e faz parte das nossas funções enquanto pais, mas não devemos confundir isso com OBRIGÁ-LOS a viver apenas e somente para o estudo, e muito menos fazer com que se tornem obcecados com as notas e se sintam frustrados ou deprimidos quando estas ficam aquém das expectativas criadas.







Sem comentários:

Enviar um comentário