sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

tive medo

Acerca deste outro post ... ele pediu e eu cedi (disseram-me que afinal não iam acampar mas acantonar, ou seja, dormir na sede dos escuteiros debaixo de telha). Quando lá cheguei disseram que se não chovesse mais talvez fossem então acampar, porque davam melhorias de tempo para amanhã... nesta altura da conversa eu já não estava a achar muita graça ao assunto, mas como houve um talvez fossem e aqueles olhinhos do meu filho me pediram que deixasse, eu cedi! Cedi e não devia ter cedido. E como não me estava a sentir bem mandei uma mensagem ao caminheiro responsável (?) pelo grupo e qual não é o meu espanto quando sou informada (por mensagem) que os miúdos tinham ido sozinhos, a pé (o mais velho do grupo tem 14 anos), à chuva, sem um único adulto às 22h30... não achei normal e o meu marido foi buscar o meu filho. 

O caminho por onde iam é escuro, sem luz, pelo meio do mato e deu-me tanto medo que acontecesse alguma coisa ao meu filho (que tem 11 anos) que não aguentei. Como é possível eu confiar-lhes o meu filho e mandarem-nos sozinhos, àquela hora da noite. Pelo que percebi foi teimosia do caminheiro, um dos chefes nem sabia do que se estava a passar. Depois do meu marido se aborrecer ao telefone e quando finalmente encontrou o grupo, de 13 miúdos, apareceram então os responsáveis ... com um ar de que tudo isto é normal e faz parte do treino de ser escuteiro. 

Sei que não vou ficar bem vista, vou ficar com fama de mãe exagerada e super-protectora, sei que aos olhos de muita gente fiz mal e não estou a deixá-los crescer... mas também me pergunto: será que os outros pais sabem? 

Tive medo. Por momentos tive muito medo de que algo lhe acontecesse.

Mas agora está aqui ... e é aqui que vai ficar.  




8 comentários:

  1. E vai ficar muito bem! Porque há que deixa-los crescer mas sem correr riscos desnecessários!

    ResponderEliminar
  2. Tiveste medo e COM MUITA RAZÃO! A opinião dos outros pais não conta para nada quando se trata dos nossos (queridos) filhos!

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Usava as da nacional mas não achei nada de especial e o pão ficava tipo pão de forma altíssimo e mole. Já pensei que pudesse ser da farinha e tentar outra receitas (por isso te perguntei) mas entretanto esmoreci e nunca mais tentei.

    Quanto ao teu post, óbvio que tiveste. Bolas! E penso que essa decisão "de fazer parte do treino" não devia ser tomada pelo caminhante sem consentimento dos pais. Hoje dorme na caminha dele, debaixo de tecto e fica lá muito bem (Deus me livre que eu era escuteira. Não fui feita para acampar!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, de facto, ficam altos e com bastante miolo ... eu gosto. mas a minha não gosta nada :)

      Eliminar
    2. ah mas acho a Branca de Neve melhor que a Nacional (também já experimentei e não gostei!)

      Eliminar
  4. eu acho que isso foi uma irresponsabilidade por parte dos responsáveis adultos do grupo, não se deixam assim crianças sozinhas à noite! Fizeste muito bem em ir busca-lo!

    ResponderEliminar
  5. Eu faria precisamente a mesma coisa!

    ResponderEliminar
  6. Falhei este post a bocado...
    Fazer raids à noite é normal. Mas neste caso os grupos vão sempre acompanhados por alguém das patrulhas mais velhas, aquelas pessoas que estão quase a chegar a chefes.
    Mas claro, estes raids são coisas muito bem planeadas, não é num dia de chuva que se põe miúdos a andar à noite por aí.
    É preciso deixa-los crescer, é preciso dá-los alguma liberdade, mas em situações normais e controladas. Desta vez fizeste bem em activar o teu modo de mãe galinha, acho que qualquer mãe no teu lugar faria o mesmo.

    ResponderEliminar