sexta-feira, 19 de abril de 2013



e é tudo o que me apetece comer a esta hora ... cheguei agora (trabalhei até às 22h para poder deixar os meus alunos orientados e preparados para a minha ausência nos próximos tempos...) , tenho um aperto no estômago (os resultados da minha querida B. ainda não saíram) e a minha querida amiga Bárbara está na sua etapa final ... de repente vejo todas as pessoas à minha volta assim: doentes, exaustas, resumidas a uma doença que lhes rouba os dias e enfraquece o corpo e a terem que lutar - muitas vezes já com tanta dificuldade - por algo que a maioria de nós dá como garantida: a própria vida!




1 comentário:

  1. Que tudo corra pelo melhor, é o que desejo.
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar