quinta-feira, 22 de agosto de 2013

memories




E é com memórias felizes que construo cada dia. Uso-as como uma força, uma energia suplementar para agarrar aqueles dias que não são tão fáceis de gerir. 

As memórias felizes são como impulsos. Servem de motivação. Funcionam como uma rede de suporte a que recorro sempre que me sinto a desalinhar a minha rota ou a desviar-me dos meus objetivos centrais.

Cada momento que vivemos, a intensidade com que o vivemos e com quem o vivemos faz, no futuro, toda a diferença.

Bom Dia!



8 comentários:

  1. Concordo.. São as memorias felizes que nos dão força para continuar

    ResponderEliminar
  2. Adorei o teu post. E tens toda a razão. ;)


    bjs

    ResponderEliminar
  3. É bem verdade! Às vezes são uma grande ajuda para superar momentos menos bons. :-)

    ResponderEliminar
  4. Um dos meus maiores defeitos é não conseguir lembrar-me da maioria das coisas. Não consigo reter sensações e lembranças pormenorizadas de nada. Portanto esforço-me por escrever sobre elas para compensar (: e realmente, são a minha força

    ResponderEliminar
  5. E dizes muito bem dito;) Não fui eu que disse, mas podia!Penso igualzinho!


    jinhossssss

    ResponderEliminar
  6. E é mesmo, no entanto devem servir apenas de impulso e não de estrutura, por vezes há quem viva das memórias e não consiga desfrutar do presente :) Adorei <3

    ResponderEliminar
  7. também acho. as memórias felizes são tão doces, são a alavanca para o caminho da felicidade.
    gostei muito.

    ResponderEliminar