terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Como é que se esquece alguém que se ama?


Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? 

As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. (...)

É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução.
(...)  

Do grande Miguel Esteves Cardoso, in 'Último Volume'

10 comentários:

  1. Não se esquece. Aprende-se a viver com a saudade no coração, há dias que as recordações nos fazem chorar, outros sorrir...

    Beijos, bom dia.

    ResponderEliminar
  2. Não há técnicas, não há nada para além de viver o luto de uma relação acabada ou de um vida que termina. E depois ir agarrando as pequenas particulas que vamos encontrando pelo caminho e que juntas possam dar um novo sentido à nossa vida que continua.
    Esquecer, não me parece que se possa esquecer, porque todas as vivências farão sempre parte da história pessoal de cada um, portanto indivisivel. A dor, a mágoa podem sim e devem suavizar-se com o tempo.
    Beijinhos e tem um bom dia

    ResponderEliminar
  3. Sabe, simplesmente...não se esquece! Agora, a dor, essa atenua...

    ResponderEliminar
  4. é mesmo verdade.. acaba por não se esquecer.. ás vezes dava jeito

    ResponderEliminar
  5. Tão bem escrito... o MEC usa as palavras de uma maneira soberba. E tu escolheste um trecho lindo!

    ResponderEliminar
  6. Já conhecia há uns anos, foi uma crónica que publicou no jornal e coincidiu com o desfecho de um namoro. Souberam-me bem estas palavras .

    ResponderEliminar
  7. Neste momento, revejo-me tanto nessas palavras...

    ResponderEliminar