sexta-feira, 21 de março de 2014

sobre a pessoa que somos...



Eu sou os brinquedos com que brinquei, as manhãs sem escola, o colo da minha avó; Eu sou o beijo inesperado, o abraço apertado, a pele que se arrepia e a lágrima que cai; Eu sou a minha praia preferida, o nascer e o pôr do sol e todos os Verões que já vivi; Sou os sonhos que tenho e todos os que reivindico, sou o colo que dou e as histórias que leio, sou a força que aconchega e a verdade que dói; Eu sou a justiça em que acredito e a compreensão que preciso, os direitos que tenho e os deveres a que me obrigo; Sou a estrada por onde corro, os livros que leio, aquilo que ensino, aquilo que amo e aquilo que detesto; Sou as gargalhadas que dou, o ar que respiro, sou a vida que sinto e a vida que quero... sou mais do que aquilo que os outros vêem; Sou o medo que sinto, a angústia que me invade, a ternura que me toca e o amor que me dás; Mais do que aquilo que os outros vêem eu sou aquilo que mostro, aquilo que sinto e aquilo que ninguém vê!






4 comentários:

  1. Adorei o teu texto, faz tanto sentido.

    ResponderEliminar
  2. Somos tantas coisas. Somos o que vivemos, o que sentimos. Gostei muito deste texto!

    ResponderEliminar
  3. somos uma verdade que só nós conhecemos. bom fim de semana!

    ResponderEliminar