sexta-feira, 8 de agosto de 2014

com frio na barriga


e eu também não sei viver de outro modo... viver na vertigem dos dias, sem pé, ao estilo do trapézio sem rede; mas nem sempre fui assim... já fui "chata", controladinha, sempre a pesar os prós e os contras e a pensar muito, demais até ... já fui pessoa de muitos "se's" e "não sei se devo ..." já fui pessoa de ficar em casa temendo o mundo lá fora ... mas hoje há em mim uma sede maior de conquista, um lado destemido e valente, uma confiança cega e absoluta do poder que cada um de nós tem e carrega dentro de si... somos tudo o que quisermos realmente ser ... podemos ser tudo aquilo que com vontade e valor decidirmos trazer à nossa vida e aos nossos dias ... arriscar e ir (com medo ou sem medo, mas ir), agarrar cada dia como uma bênção e como uma excelente oportunidade que nos é dada...viver assim: na vertigem dos dias, sem pé, sem medo e sem rede - segura de que a nossa vida pode sempre ser vivida com emoção e paixão, fazendo de cada dia um dia ainda melhor e mais feliz... viver feliz, viver com amor e com muito, mas muito frio na barriga <3




2 comentários:

  1. Tens toda a razão, só assim a vida tem realmente valor :)

    ResponderEliminar
  2. Isso é que é coragem, menina!!! Que bom que consegues...
    Beijinhos

    ResponderEliminar