domingo, 12 de outubro de 2014



Quando penso naquilo que me falta na vida esforço-me por me concentrar em tudo o que já tenho. Quando penso naquilo que gostaria de ter lembro-me de apreciar, valorizar e ser grata pelo muito que a vida me dá e nas pessoas espectaculares que vou conhecendo e acrescentando, todos os dias, à minha vida.
Nem sempre é fácil e linear pensar assim, nem sempre consigo agir e viver em conformidade com estes pensamentos e não, os meus dias não são todos bons e cor-de-rosa, mas à medida que os anos vão passando e eu vou "crescendo", sinto que quanto mais pratico a gratidão e aprecio o que tenho, mais aprendo a limpar o coração de tudo o que é vão e supérfluo e mais valorizo a pessoa em que me fui tornando... 
Quanto mais me aproximo da verdadeira essência daquilo que marca o real sentido da vida, mais afasto aquelas dúvidas que às vezes se instalam e mais crio, em mim a certeza de que quando valorizamos as pequeninas coisas que nos rodeiam e conjugamos, todos os dias, o presente do Indicativo do verbo Acreditar, também a conjugação do verbo Ser(mos) nós mesmos (no matter what) se tornará mais fácil e a nossa vida terá um Futuro mais feliz e (quase) perfeito.

(leite com chocolate e flor de anis, uma tentativa de aliviar a gripe)





4 comentários:

  1. Concordo plenamente contigo, e fez-me tão bem agora ler-te! Obrigada e SÊ FELIZ
    E continua a acreditar, tal como eu continuo!
    Beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. É tão verdade! Sinto o mesmo que tu. Há dias em que é tão fácil ser feliz e outros que nem tanto! O importante é dar espaço para segurança de sermos nós próprios e não deixar que as pequenas hesitações e irritações nos façam bloquear.
    Rápidas melhoras
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar