terça-feira, 25 de novembro de 2014

bom dia


Manhãs com cor para contrastar com o dia cinzento que está lá fora ...


Manhãs felizes na tua companhia ... sentir o privilégio de ter abraçado esta profissão há 22 anos e poder ter as manhãs para mim, para nós.

o texto não é meu, mas é lindo... perfeito para hoje ...

«com o que vemos no reflexo das pessoas, definimo-nos, não pelo que queremos ser, mas pelo que somos de verdade. não pela intenção, mas pelo resultado dessa coisa tão delicada que se chama intimidade. são mais tristes as pessoas que não têm espelhos. ou que os evitam porque não se querem ver. ou pior, porque não gostam de se ver. porque custa confiar no vidro. é frágil. e às vezes os espelhos partem, e por mais que se cole, que se remende, fica lá sempre aquele risco, feito cicatriz, a cortar a imagem limpa. faz parte do jogo. aliás, é aqui que entendo que muito do que somos, devemos aos outros. porque há pessoas que me fazem mais (...) há pessoas que me tornam um ser melhor, apenas pela forma como me entendem, me percebem, pela forma como tornam fácil partilhar essa intimidade. são espelhos em que nos fazemos bonitos.» in, http://momentos04.blogspot.pt/





a imagem é minha (não que isso seja importante) ... porque o que importa (mais que o reflexo no espelho) é quem somos nós do outro lado do espelho



Photo: Manhãs com cor para contrastar com o dia cinzento que está lá fora ...

Manhãs felizes na tua companhia ... sentir o privilégio de ter abraçado esta profissão há 22 anos e poder ter as manhãs para mim, para nós <3

o texto não é meu, mas é lindo... perfeito para hoje ...

«com o que vemos no reflexo das pessoas, definimo-nos, não pelo que queremos ser, mas pelo que somos de verdade. não pela intenção, mas pelo resultado dessa coisa tão delicada que se chama intimidade. são mais tristes as pessoas que não têm espelhos. ou que os evitam porque não se querem ver. ou pior, porque não gostam de se ver. porque custa confiar no vidro. é frágil. e às vezes os espelhos partem, e por mais que se cole, que se remende, fica lá sempre aquele risco, feito cicatriz, a cortar a imagem limpa. faz parte do jogo. aliás, é aqui que entendo que muito do que somos, devemos aos outros. porque há pessoas que me fazem mais (...)  há pessoas que me tornam um ser melhor, apenas pela forma como me entendem, me percebem, pela forma como tornam fácil partilhar essa intimidade. são espelhos em que nos fazemos bonitos.» in, http://momentos04.blogspot.pt/

a imagem é minha (não que isso seja importante) ... porque o que importa (mais que o reflexo no espelho) é quem somos nós do outro lado do espelho 

Bom dia :)



3 comentários: