domingo, 2 de novembro de 2014

Novembro. Tradições.


Para os Celtas, dia 31 de outubro era o fim de um ciclo, de um ano produtivo, quando se iniciava o período denominados por nós de outono e de inverno.
Na celebração do fim de um ano (31 de outubro) e início do outro ano (1 de novembro), acreditava-se que este seria o dia de maior proximidade entre os que estavam encarnados e os desencarnados. Nesses dias nas festas cada um levava algo como uma vela ou uma luminária que era feita em gomos de bambu, a fim de se iluminar os dias de inverno que estariam por vir.

Alguns textos falam que nesses dias de festas, as luminárias eram feitas com abóboras esvaziadas e esculpidas com o formato de cabeças, isto para indicar o caminhos àqueles que eles acreditavam serem visitados por seus parentes e receber o perdão daqueles a quem eles haviam feito sofrer, além de ter o significado de sabedoria pela humildade para saber pedir perdão e como prova de vida além da vida. Por isso o dia 1 de Novembro era o dia de todos os inícios, o final do verão e o início das colheitas. 

Não sei porquê sempre gostei do Halloween, sempre gostei de Outubro e Novembro e de ter abóboras, à porta, iluminadas ... Para mim a transição de Outubro para Novembro simbolizou sempre o fim necessário de um ciclo e o começo de um novo ano; Um tempo de recolhimento, o início de todos os inícios, todo o tempo que é preciso para planear um tempo novo...







1 comentário: