quinta-feira, 4 de dezembro de 2014


Às vezes estamos demasiado ocupados, demasiado centrados nas nossas preocupações, naquilo que nos aflige, naquela situação que nos tem andado a tirar o sono e nos preocupa ... Às vezes é preciso respirar fundo, às vezes é preciso mergulhar de cabeça no problema, às vezes precisávamos conseguir acreditar mais em nós, nada temer e nada recear, olhar a questão de novos ângulos e ver que todos os problemas têm solução, que há sempre uma luz que tudo ilumina, torna mais claro e esclarece ... Que cada dor tem o seu alivio, que cada tristeza tem a sua compensação, que nada é por acaso, que tudo tem um ensinamento e que cada momento conta (por efémero que seja) porque mais breve e efémera é sempre a vida ...



Photo: Às vezes estamos demasiado ocupados, demasiado centrados nas nossas preocupações, naquilo que nos aflige, naquela situação que nos tem andado a tirar o sono e nos preocupa ... Às vezes é preciso respirar fundo, às vezes é preciso mergulhar de cabeça no problema, às vezes precisávamos conseguir acreditar mais em nós, nada temer e nada recear, olhar a questão de novos ângulos e ver que todos os problemas têm solução, que há sempre uma luz que tudo ilumina, torna mais claro e esclarece ... Que cada dor tem o seu alivio, que cada tristeza tem a sua compensação, que nada é por acaso, que tudo tem um ensinamento e que cada momento conta (por efémero que seja) porque mais breve e efémera é sempre a vida ...



1 comentário: