segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Bom dia




Abrir as janelas da alma, conjugar todos os verbos no presente do indicativo, chamar as coisas pelo nome sem medo do que há-de vir e respirar fundo, muito fundo este ar frio que está lá fora ... acordar os sentidos, caminhar e pensar nos quase 365 dias que já passaram, no muito que se pediu, no tanto que se alcançou, rever sorrisos e lágrimas, minimizar os estragos e reflectir sobre a importância que certas coisas, e até pessoas, têm realmente na nossa vida. Relativizar foi a palavra que mais conjuguei a par com gratidão em 2014. Desapegar, contornar, tolerar as que treinei, afincadamente, todos os dias e hoje, hoje traço o novo plano, faço a lista das coisas que são realmente importantes (sou uma pessoa de listas já toda a agente sabe) e que quero realmente carregar comigo em 2015, e embora não saiba quais se cumprirão uma coisa sei, com toda a certeza, é que nunca me faltará a teimosia, a força e a determinação para as alcançar ... 

Bom dia segunda-feira  [a última de 2014]





2 comentários: