sábado, 27 de dezembro de 2014

Palavras que poderiam também ser minhas ...





"Gosto mesmo do Natal. Mas retirava-lhe apenas duas coisas: o stress das compras e o tema dinheiro. E neste ano, tal como no ano passado e no anterior, devolvia-lhe outra: o meu pai. Dava tudo, tudo o que tenho e o que desejo vir a ter, trocava todo e qualquer projeto de vida, alterava qualquer plano e fazia todos os sacrifícios maiores, sem pestanejar, se pudesse ter-te de volta. É Natal, pai, é Natal."


http://blog.mapetiteprincesse.pt/



1 comentário: