domingo, 29 de março de 2015



Se eu pudesse criar tudo o que a minha cabeça quer e o meu coração deseja não havia espaço para gente assim-assim, nem para dias mais ou menos ... Se pudesse ler-vos a minha alma e traduzir por palavras o que sinto tudo à nossa volta era luz e cor... Tudo era vida e existia em perfeita serenidade e harmonia e nunca mais ninguém sobrevivia ou vivia por viver, nem se limitava a existir simplesmente por existir mas fariam de cada dia o melhor das suas vidas e conjugavam com honestidade sentida o verbo: eu sou feliz!


2 comentários: