segunda-feira, 27 de julho de 2015



“Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhe parecem verdadeiras e desfaça os nós que ainda a prendem àquelas que foram significativas na sua vida mas que, infelizmente, por vontade própria – ou do destino, deixaram de ser…
Nó aperta, laço enfeita…
simples assim.”






1 comentário: