quarta-feira, 29 de julho de 2015

das saudades que tenho de ti à falta que tu nos fazes


Escrevo-te no silêncio desta noite porque a minha saudade nasce, sem morrer, todos os dias.

miss you so much...B*


1 comentário: