quinta-feira, 27 de agosto de 2015

dos nossos dias em Gondramaz


A aldeia estrutura-se a partir de uma rua principal que se sobrepõe à linha de festo, até ao limite em que o declive permitiu construções. Desta rua, sai uma rede de ruelas estreitas e sinuosas que apetece percorrer com curiosidade.
As boas vindas são-nos dadas com um poema de Miguel Torga, que se encontra numa placa metálica na área de recepção da aldeia.
Gondramaz distingue-se pela tonalidade específica do xisto que nos envolve da cabeça aos pés. Até o chão que se pisa é exemplo da melhor arte de trabalhar artesanalmente a pedra. Esta é, aliás, terra de artesãos cujas mãos hábeis criam figuras carismáticas que são marca da serra e que levam consigo o nome do mestre e da aldeia além-fronteiras.
Situada na vertente ocidental da Serra da Lousã, a paisagem que envolve Gondramaz é uma obra de arte da Natureza. Há nas ruas desta aldeia uma fina acústica que nos desperta todos os sentidos. Dentro das suas ruas a voz das pessoas torna-se mais nítida e convidativa.
Numa das mais bem sucedidas intervenções de requalificação da Rede das Aldeias do Xisto, não é de estranhar o surgimento de novos habitantes e o ambiente animado que aqui se vive em cada fim-de-semana.
















O alojamento onde ficámos ...  

Mountain Whisper



















Manuel Rosa Rodrigues aprendeu a arte observando o artesão Carlos Rodrigues. Via-o a cortar a pedra e a esculpir as suas estátuas e isso incentivou-o a tentar. Inicialmente, trabalhava a pedra transformando-a principalmente em utensílios domésticos como são exemplo as pias para os animais se alimentarem e beberem água. Mais tarde, ao observar os vários tipos de pedra que encontrava pelas serranias, começou a idealizar imagens e a esculpi-las. Criou a sua primeira escultura em 1999. Tem um pequeno atelier na aldeia serrana do Gondramaz e, é nesse local que aos fins-de-semana o poderão encontrar a trabalhar, no pequeno largo fronteiro à sua casa, se o tempo assim o permitir.


1 comentário:

  1. Tudo tão bonito, de facto o nosso país tem locais lindos que merecem mesmo ser visitados.

    ResponderEliminar