quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Preparámos a mochila e fizémo-nos ao caminho. Passadiços do Paiva




Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio "intocado", rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que ficará, com certeza, no coração, na alma e na mente de qualquer apaixonado pela natureza.


Partida: Areinho / Espiunca
Distância a Percorrer: 8700m (linear)
Duração Média: 2h e 30m
Nível de Dificuldade: Alto
Desníveis: Acentuados
Tipo de Percurso: Pequena Rota
Âmbito: Desportivo, Cultural, Ambiental e Paisagístico
Época aconselhada: Todo o Ano
Acesso: Gratuito (24h)

Passagem por Geossítios: Garganta do Paiva (G36); Cascata das Aguieiras (G35); Praia Fluvial do Vau (G30); Gola do Salto (G31); Falha de Espiunca (G32)


Começar no Areinho é a melhor opção (porque apesar da subida inicial ser bastante dura, embora sejam só 400 metros, depois disso, o perfil do percurso é sempre no sentido descendente, o que nos permite usufruir melhor da paisagem).

Quando chegamos a Alvarenga não há que enganar: ou volta para trás e faz todo o caminho de volta - que não foi o nosso caso- ou chama um táxi que o leve até onde deixou o carro. Se forem vários amigos, com vários carros, podem deixar um carro no  Areinho e outro em Alvarenga por exemplo. De qualquer modo não se vá embora de Alvarenga sem provar os maravilhosos bifes de Alvarenga já que esta se intitula a capital do bife. Nós experimentámos e ficámos fãs...





Aconselho a fazerem o que eu faço sempre qe chego a um local que não conheço (ou reúno informações antes de ir: sites, blogues, etc) ou quando chego lá procuro o Posto de Turismo mais próximo (neste caso é em Arouca) e foi lá que recebemos mapas, números de táxis, sugestões e dicas. Foram muito simpáticos e vou voltar não só para fazer Geocaching como para visitar e explorar toda a parte geológica e arqueológica da região. 













2 comentários:

  1. Isso parece ser realmente bonito :)

    ResponderEliminar
  2. É lindo minha querida Green :) tens que ir lá ... não se és de muito longe ou não mas junta uns amigos e vão ... vais gostar :)

    ResponderEliminar