quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Contamos histórias antes de adormecer ou para adormecer??


Sobre uma excelente reportagem do pediatra Mário Cordeiro  *

Contei sempre ... desde sempre - acho que ainda estavam na minha barriga e já lhes contava as minhas histórias e as histórias que compunham o nosso dia! 
Depois de nascerem era garantido: nunca faltava a história (ora com livro ora inventada) com direito a tudo o que o nosso imaginário queria acrescentar ou mudar na aventura em causa.
Acho que é por isso que gostam tanto de ler e que, tal como eu, sentem um fascínio pelas feiras do livro, por lojas como a Fnac ou a Bertrand e por livrarias antigas ... 
Ainda hoje conto histórias... entro na cama de cada um antes de apagarem a luz e vamos compondo a história de que é feita a nossa vida, acrescentando outras histórias e outras vidas à nossa própria ... 
Hoje, apesar das nossas histórias serem diferentes, e de cada um de vocês já ir construindo a sua própria, ainda mantemos o hábito da partilha e, às vezes, ainda partilhamos os mesmos livros e as mesmas metáforas sobre as histórias que compõem a nossa vida 


1 comentário: