sábado, 22 de outubro de 2016

Hoje foi um dia difícil... o culminar de uma semana igualmente difícil e angustiante. Têm sido dias de muito trabalho, dias de grande exigência pessoal e profissional. Tenho dormido menos do que devia, trabalhado mais do que o esperado e tenho tido menos tempo para mim do que aquilo que gostava.
Os dias não têm sido difíceis só para mim, também têm sido difíceis para os meus alunos e para os meus filhos devido ao excesso de exigência a que têm sido sujeitos. 
Para rematar a semana ontem o mais velho magoou-se na Educação Física e estará 2 semanas de baixa por não poder fazer exercício físico e a mais nova hoje chorou todo o dia nas aulas porque um teste de Ciências não lhe correu como esperava. Penso que a escola de massas, onde um professor ensina ao mesmo tempo e no mesmo lugar dezenas de alunos, nasceu com a revolução industrial mas chegou ao século XXI. Em dois séculos, mudaram os estudantes, mudou a sociedade e mudou o mercado de trabalho. Quando mudará a escola?

Tudo se passa nos mesmos lugares, ao mesmo tempo e da mesma maneira. Hoje em dia a escola é uma colecção de salas de aula, todas iguais e o ensino é uma repetição de actividades pré-formatadas, iguais todos os anos. 

Apetece-me dizer-lhes que não desistam. Que continuem a acreditar neles mesmos. Que nada, nem ninguém, tem o direito de os fazer duvidar que podem ser tudo, mas mesmo tudo o que mais desejarem. 




1 comentário:

  1. Há dias assim, em que parece que tudo corre mal, mas o mais importante é que tudo se resolva e as coisas melhorem :)

    ResponderEliminar