sexta-feira, 18 de novembro de 2016

6h30. Sou a primeira a acordar. Encosto a porta do quarto, não faço barulho, deixo que todos durmam mais um bocado. Preciso que durmam mais um bocado. Preciso do meu silêncio. Do meu chá forte. Dos meus pensamentos alinhados. De pensar sem burburinho. Não sei como se vive a correr, sem parar para nada, sem tempo para pensar... 
Eles dormem e eu tenho a casa só para mim. O silêncio bom, a agenda aberta em mais uma página nova, limpa, pronta... hoje escrevemos um dia novo. Hoje começo uma nova etapa, caminho na direcção de um sonho que tinha sido adiado mas nunca esquecido... hoje dou inicio ao princípio de um fim.


imagem _veganama_





1 comentário:

  1. Seja lá o que for, que seja bom e te traga tudo o que desejas :)

    ResponderEliminar