quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

tão isto que podia ser sobre mim*

«Se há vida que já deu grandes voltas, foi a minha. Já passei de lá de cima até ao fundo do poço. Em todos os sentidos!!! Emocional, financeiro, de saúde! Já tive inclusive momentos em que lambi o fundo do poço nos três campos ao mesmo tempo. 
Em todos os momentos entreguei a minha vida. Em todos os momentos eu soube que não ia ser mau para sempre. 
É verdade que houve alguns momentos em que gritei lá para cima:
- NÃO EXAGERES C@€A/$€!!!!! Houve alguns [bastantes] momentos em que me apeteceu mandar tudo à merda. Mas nunca o fiz, porque sempre O senti ali. Todos os dias, mesmo quando Ele não me estava a mostrar aquilo que eu queria, eu chegava ao fim do dia e agradecia-Lhe. Agradecia pelas lições, por ter chegado ao fim de mais um dia (e faltar menos um para chegar onde gostava), agradecia o que houvesse de bom. E houve dias em que me esforcei bastante para encontrar alguma coisa boa para agradecer. Nesses dias agradecia por ter acordado e por ter abraçado os meus filhos. 
Aos poucos fui tendo muito mais coisas para agradecer. Porque coisas boas trazem coisas boas e gratidão traz felicidade. 
Em todos os últimos anos eu agradeci! Mas sempre com alguns pedidos na manga para o ano seguinte. 
Este ano, pela primeira vez em muito tempo, agradeço apenas. Mas não da forma humilde em que agradecia as poucas coisas boas que tinha. Este ano agradeço de coração cheio. Agradeço empanturrada de coisas maravilhosas. 
E se para chegar aqui, o caminho era aquele, então entregaria tudo de novo, exactamente da mesma forma.»




2 comentários:

  1. Esta partilha é maravilhosa.
    Boas Festas para ti e para a tua família.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  2. São esses momentos que nos fazem aprender e crescer.
    Feliz Natal :)**

    ResponderEliminar