segunda-feira, 6 de março de 2017

Depois de uns dias na Madeira é preciso regressar às nossas rotinas. Começar, de novo, os dias cedo e em modo mais acelerado, retomar os meus trabalhos, as minhas leituras e a vida de todos os dias. Por muito que me saiba bem sair e espairecer, admito que os regressos são sempre igualmente bons, que voltar às minhas coisas e às minhas pessoas me traz um sentido único de pertença e que é bom, muito bom estar de volta. 


Sem comentários:

Enviar um comentário