terça-feira, 14 de novembro de 2017

É só isto ...


A vida tem-me ensinado - todos os dias - que mais importante do que aquilo que ainda não tenho é perceber a sorte de ter tudo o que já tenho; 

Com o tempo tenho aprendido que é inútil lamentar a ausência dos que foram se não aproveitar a presença diária dos que ficaram ; 

A duras penas fui percebendo que não é por ter medo ou receio do que há-de vir que a vida fica mais fácil; 

E, a cada dia, vou-me mentalizando que importa menos quem és aos olhos dos outros e mais aos teus próprios olhos. Cada um nos vê como quer e segundo as suas crenças e expetativas; na verdade cada um nos vê de acordo com o que carrega consigo e no seu coração. Somos por isso, aos olhos dos outros, aquilo que eles querem ver e poucos são, os que realmente vêm a realidade como ela é. Quantas vezes fomos vítimas de interpretações erradas? quantas vezes nos analisaram e tiraram conclusões sobre nós e os nossos atos que nada tinham a ver com a realidade nem com a verdade dos factos? quantas vezes não fomos já julgados por pessoas de má fé? quantas vezes quem nos critica não está apenas a destilar o seu próprio "veneno" e o que  vê em nós é apenas um reflexo da sua própria imagem?

Com o tempo aprendi que não vale a pena tentar convencer os outros de que estão errados sobre nós ou esperar que um dia acordem e mudem para melhor; o ser humano é como é e cada um escolhe o caminho que quer fazer tendo, por isso, que aceitar as consequências das suas escolhas e ninguém pode alterar esta verdade. A única coisa que posso fazer é VIVER de acordo com as minhas convicções e, à luz daquilo em que acredito, procurar a cada dia ser ainda mais feliz. 


Com o tempo tenho aprendido que nem todos precisam gostar de nós (e está tudo bem!);  que, ao longo da vida, haverá sempre quem nos admire, quem nos julgue, quem nos estime, quem nos ignore, quem nos puxe para cima e quem nos tente puxar para baixo, com a mesma força e na mesma proporção, e que não podemos fazer nada quanto a isso a não ser "largar e deixar ir"; que é fundamental aprender a ESTAR (e a ficar) mais na vida dos que amamos; que saber AMAR incondicionalmente é a resposta para tudo, mesmo nos dias mais difíceis; que QUERER muito com o coração é meio caminho andado para se alcançar o que desejamos e que VIVER, de sorriso no rosto, mesmo que não nos resolva os problemas, torna os nossos dias mais fáceis e o nosso pequeno-mundo mais bonito.



@nnnance





1 comentário:

  1. Adorei o teu texto, tão verdadeiro e real. Temos mesmo de dar importância ao que e a quem nos faz bem :)

    ResponderEliminar