sexta-feira, 9 de março de 2018

"O que torna (ou transforma) um professor num bom professor?" - esta é, talvez a pergunta que mais me fazem, não sei se pelos anos de ensino que já tenho se pela relação  que estabeleço com os meus alunos, a verdade é que é raro haver um almoço ou jantar entre amigos que o tema e a pergunta não surja. Costumo responder à pergunta com outra pergunta ou simplesmente remetê-la para o emissor "o que achas tu, que é preciso para se ser um bom professor?", ou "o que significa, na verdade, isso de ser bom professor?"

São inúmeras as opiniões, os adjetivos, as considerações. Todos nos lembramos de um professor que na adolescência nos marcou pela positiva e evidentemente de outro que nos marcou pela negativa; há sempre os que nos deixaram saudades, os que nunca mais vimos, os que gostaríamos de reencontrar e aqueles a quem, por diversas razões, não queremos voltar a pôr a vista em cima. Indo ao centro da questão somos todos unânimes ao afirmar que o "melhor professor" que já tivemos foi sem dúvida aquele que "dominava" o que ensinava, que era criativo e empenhado, que tornava a disciplina aliciante e interessante, aquele que era justo, que nos tratava com equidade mais do que com igualdade, aquele que sendo assertivo e confiante não era arrogante, aquele que jamais prejudicou um aluno só porque tinha pouca empatia com ele ou que favoreceu outro sem merecimento, aquele que sem ser rude ou agressivo sabia manter a aula unida e coesa e que, na mesma medida, sabia ser generoso sem perder a firmeza.

Conheço alguns assim. Uma minoria. São os resistentes. Os ainda apaixonados pelo que fazem e que encaram a educação como uma missão. Aqueles que gostam verdadeiramente de ser professores, que valorizam os seus alunos e têm orgulho da sua profissão. Professores que promovem a educação emocional dos seus alunos, que são inspiradores e se inspiram nos seus alunos para dar todos os dias o seu melhor. 

São esses que me motivam e inspiram diariamente a dar o melhor de mim. É nesses que confio e em quem ainda acredito quando assisto a injustiças, a boicotes e ao alterar de certas regras "só" para beneficiar uns alunos em detrimento de outros. É uma tristeza quando alguns professores não conseguem separar o lado profissional do lado pessoal e saem por aí beneficiando uns e prejudicando outros em função dos seus humores... é uma tristeza quando para alguns professores a ética e os valores são apenas "palavras".


  Resultado de imagem para best teacher quotes













1 comentário: